Ir direto para menu de acessibilidade.


Página inicial > Notícias > Fundação Cultural do Pará promove Semana do Braille em Belém
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Fundação Cultural do Pará promove Semana do Braille em Belém

  • Publicado: Sexta, 17 de Novembro de 2017, 11h50
  • Última atualização em Sexta, 17 de Novembro de 2017, 12h23
  • Acessos: 720
imagem sem descrição.

A estudante de jornalismo Thaiane Martins, de 22 anos, conheceu a Seção Braille da Fundação Cultural do Pará (FCP) há 10 anos, quando precisou preparar um material de atividade escolar. A universitária está entre os mais de 300 usuários da seção que frequentam diariamente o espaço, que neste mês comemora 43 anos de atuação, com a inclusão de pessoas com deficiência visual, possibilitando o desenvolvimento de inúmeras atividades acadêmicas, culturais e profissionais.

Em comemoração aos 43 anos da Seção Braille, a Diretoria de Leitura e Informação da FCP promove a Semana do Braille, que terá uma programação especial no período de 20 a 24 de novembro, com oficinas, palestras temáticas e torneio de dominó.

Auxiliar operacional da Seção Braille há nove anos, José Monteiro fala sobre as atrações da programação. “Essa programação está rica. Teremos a oficina de áudio-descrição com Aline Corrêa, que é uma excelente referência no ramo. Ela é uma das precursoras aqui no Pará. Também teremos uma palestra sobre inclusão de pessoas com deficiências visuais em bibliotecas”, comenta.

José Monteiro destaca o torneio de dominó. “Na programação também teremos um torneio de dominó, que é uma das formas de distração. Ele tem como atrativo a dupla de jogadores, que não são os dois com deficiência visual, mas um vidente. Isso mostra a questão da inclusão para demonstrar como eles interagem de igual pra igual”, destaca.

Seção Braille

A Seção Braile possui 2.112 títulos, entre literatura brasileira e estrangeira, periódicos, livros didáticos, dicionários em Braille, livros gravados em cassetes e digitalizados em CD-Rom, periódicos em Braille e falados.

Entre os serviços oferecidos estão a impressão em Braille, empréstimos de livros, digitalização de textos, acesso à internet por meio de computadores com sintetizador de voz, gravações em áudio de textos ou trabalhos escolares, lupa eletrônica e impressão de textos em negrito para pessoas com baixa visão. O espaço conta com o apoio de voluntários que trabalham com leitura viva voz, transcrições e cotejamento de textos.

“Essa seção é uma forma de incentivo de busca do conhecimento. Além de oferecer os equipamentos, nós incentivamos a leitura, a educação. É um espaço de interação, não somente de pesquisa. Alguns usuários chegam até a ter um pouco de intimidade, pois nos conhecemos há 10 ou 15 anos. Já existe uma relação muito próxima”, revela José Monteiro.

“Aqui é um local muito rico porque é uma biblioteca adaptada, tem muito livro, muito material e temos toda a assistência para trazer todo o material da faculdade, tem os computadores que possibilitam fazer a pesquisa, as leituras e trabalhos. Já fiz muitas amizades”, afirma a estudante Thaiane Martins.

A Seção Braille da Fundação Cultural do Pará funciona de segunda a sexta, de 8h às 17h, no subsolo do Centur, na Avenida Gentil Bittencourt, número 650. Informações pelo número 3202-4310.

Serviço :

Semana do Braille da Fundação Cultural do Pará

Dias: de 20 a 24 de novembro, com oficinas e palestra temáticas e torneio de dominó.

Local: Centur – Avenida Gentil Bittencourt, número 650.

registrado em:
Fim do conteúdo da página