Ir direto para menu de acessibilidade.


Página inicial > Notícias > Casa das Artes oferece oficinas de videomapping e pintura de retrato em guache
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Casa das Artes oferece oficinas de videomapping e pintura de retrato em guache

  • Publicado: Quarta, 11 de Setembro de 2019, 14h26
  • Última atualização em Quarta, 11 de Setembro de 2019, 14h26
  • Acessos: 199
imagem sem descrição.

A Casa das Artes, instituição gerida pela Fundação Cultural do Pará, oferece as oficinas de introdução ao Videomapping e de Pintura de Retrato em guache. As inscrições para ambas custam 20 reais, começam hoje e podem ser feitas online.

O curso “Luz e Memória: introdução ao videomapping”, será ministrado pela artista visual Izabella Reis, de 25 de setembro a 8 de outubro, sempre de 9h às 12h. São 15 vagas disponíveis e a pré-inscrição pode ser feita de 11 a 20 de setembro por este link: www.bit.ly/oficinaluzememoria. A confirmação dos selecionados será divulgada dia 23 de setembro.

Sobre a oficina “Luz e Memória”. Com o desenvolvimento da tecnologia, surgem novos meios de produção em artes, e neste cenário contemporâneo voltado para um novo perfil produtivo associando cenários reais e virtuais encontramos o video mapping. Segundo Felipe Pamplona, técnico em gestão cultural da FCP, a proposta da oficina é apresentar aos interessados a técnica de video mapping por meio de tópicos. “O objetivo é facilitar a busca sobre a iniciação do videomapping e as artes visuais, contribuindo para o aprimoramento dos  interessados na área. Abordaremos o histórico desta técnica, o surgimento do cinema e o seu histórico de projeção com a luz, técnicas de profundidade e o contexto histórico e cultural do videomapping, e os artistas que se apropriam dessa técnica ao longo dos anos”, detalha Pamplona.

 

Pintura

Mas a Casa das Artes também oferece outra formação neste mês de setembro. Dessa vez os contemplados são os amantes da pintura, que poderão se inscrever na Oficina de Pintura de Retrato em Guache com o artista visual Rafael Matheus. As pré-inscrições abrem hoje, 11, vão até a próxima quarta, 18 e podem ser feitas neste link: www.bit.ly/oficinaretratoemguache. A confirmação dos selecionados será publicada dia 19. A oficina oferece 15 vagas e será ministrada de 23 de setembro a 4 de outubro, de 9h às 12h.

Sobre a oficina “Pintura de retrato em guache”. A oficina se destina ao aperfeiçoamento da técnica da pintura de retratos, onde o instrutor vai trazer toda a sua experiência com a técnica, permitindo aos participantes uma experiência mais próxima do que seria uma vivência em atelier de artista. “A idéia seria a de permitir que o participante se utilize dos conhecimentos e técnicas desenvolvidos durante a oficina para que este possa utilizar essas ferramentas na sua própria expressividade poética”, explica Márcio Lins, técnico em gestão cultural da FCP.

Serviço: O curso “Luz e Memória: introdução ao videomapping” oferece 15 vagas e a pré-inscrição pode ser feita de 11 a 20 de setembro por este link: www.bit.ly/oficinaluzememoria. A Oficina de Pintura de Retrato em Guache com o artista visual Rafael Matheus também oferece 15 vagas e a pré-inscrição vai de 11 a 18/09 e pode ser feita neste link: www.bit.ly/oficinaretratoemguache. A Casa das Artes fica na Praça Justo Chermont, 236.

Fotografia paraense ganha espaço no Rock in Rio.

 

O fotógrafo da história da música e megaeventos, Marcos Hermes é o curador das imagens a serem exibidas no Palco Sunset, do Rock in Rio 2019, entre os shows que acontecerão está a uma noite dedicada ao Pará, que conta com a participação de Dona Onete, Lucas Estrela, Fafá de Belém e outros artistas paraoaras.

 

Mas a trajetória de MH com a música e Cultura no Pará já tem um pouco mais de dez anos, quando veio a primeira vez para cobrir o Círio de Nazaré para revistas estrangeiras como a Jungle Drums e Rolling Stones, e com entrevistas do começo da carreira nacional, nesta época, da Gaby Amarantos. Depois retorna ao Pará, em 2014, para junto com o Ponto de Cultura Alimentar Iacitata Amazônia Viva, participar de expedições na Amazônia paraense e compreender que música é alimento e alimento é música, aportando em Santarém Novo, Salinas e Belém para registros da Campanha do Carimbó Patrimônio Cultural Imaterial Brasileiro.

 

De encantarias do Ver-o-Peso, ao Carimbó de Santarém Novo e tacacá de caranguejo ao som do rock pesado paraense, o carioca que já produziu mais de 1mil capas e sob o talento de seus clicks está de Steve Wonder a Mestre Dico Boi, de Paul Macartney a Gaby Amarantos, Marcos Hermes, se aporta novamente no Pará para uma construção coletiva da projeção de imagens no Palco Sunset do Rock in Rio.

 

A seleção de imagens se dará após workshop ministrado pelo fotógrafo sobre técnicas e usos de imagens para megaeventos. Somente os artistas participantes do workshop terão a oportunidade de ter o seu material entre os selecionados.

 

Serviço:

Dia 12.09, quinta-feira.

Das 15h as 18h.

Local: Casa das Artes.

registrado em:
Fim do conteúdo da página